Tenho sede, uma absurda vontade de goles grandes de palavras "malditas" (...)

Poesia --> Goles de Lembranças





Bebo mais um gole de vinho,
revivo lembranças,
feito faíscas 
em minha face.
Saudade...
Lembretes diversos,
embaçados, 
embaralhados.
Estou bêbada?
Não...
Apenas esquecendo
devagar o passado.
Em breves goles 
de bebida amarga.

Um comentário:

Corpo-Alma disse...

Gostei de conhecer seu blog Sulla, escreves com paixao. Parabens!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...